sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Capítulo 87

Zac: E o que fazemos aqui? - Puxou as cortinas deixando a luz da lua iluminar o local já que Vanessa apenas tinha ligado os candeeiros em seu redor deixado os um pouco ás escuras Vanessa não precisava de muita luz os olhos de Zac já a guiavam e fazer aquele pedido diante de uma lua tão bonita junto com o céu tão estrelado parecia bem mais romântico.
Vanessa: É que eu tenho algo para te dizer. - Sorriu nervosa esfregando as mãos suadas.
Zac: Algo está errado? - Sua voz falhou estava tremulo e com medo do que ela lhe pudesse dizer ele sabia que tinha exagerado em algumas atitudes de ciumes e tinha tanto medo de ter estragado tudo por isso.
Vanessa: Não muito pelo contrario. - Passou a mão suavemente pelo rosto dele, e Zac apreciou o toque fechando os olhos.
Zac: Que cara é essa? - Questionou ao abrir novamente seus olhos encarou bem os olhos castanhos dela, tão doces tão bonitos.
Vanessa: Eu amo te. - Beijou a bochecha dele, passando levemente o nariz pelo pescoço de Zac e pode sentir aquele cheiro que ela amava, não era perfume era algo dele mesmo.
Zac: E eu amo te a ti...- Sentiu que ia chorar então afastou se centímetros dela. -Vais me deixar?
Vanessa: Podes parar de ser dramático? - Não queria mas acabou por rir com aquela atitude dele, tão sensível ele era simplesmente fofo deliciosamente fofo quando ficava com aquela cara de menino pequeno.
Zac: Ok fala. - Cruzou os braços e esperou pelas palavras dela.
Vanessa: Eu não quero saber do teu passado com as mulheres que dormiste admito que se hoje mantivesses a mesma profissão acho que não conseguiria estar contigo tendo só em conta a parte do ciumes, teu passado faz parte da tua vida e eu aceito, aceito tudo em ti até os teus ciumes...- Pegou o queixo dele querendo que ele a olhasse bem, e ouvisse principalmente tudo o que tinha para dizer. -Quando te vi estava nervosa pela loucura que estava a fazer, e quando foste viver para a  minha casa fiquei assustada mas tu fizeste parecer tudo tão natural, a fantasia que criamos para os meus pais por vezes era tão real para mim, muitas mesmo muitas vezes vi te como meu noivo... - Sua boca secava sempre que olhava os lábios dele, queria beija-lo mas tinha que se concentrar no que queria dizer. - Pensar que íamos casar por conveniência minha, depois descobri que estava gravida e tu sempre do meu lado com o teu amor, afecto, compreensão e uma paciência enorme...- Ela riu e ele afirmou com a cabeça que de facto lá paciente tinha sido ele. -Eu gostei de ti dês do inicio um dia acordei e estava apaixonada mas não conseguia nem acreditar nisso, era duro na minha mente aceitar que estava a trocar Channing em mim é como se o tivesse a trair, mas aceitei que ele morreu, abracei de novo a vida, e vi que tu és tudo aquilo que eu quero nela, eu quero estar para sempre ao teu lado eu quero ter filhos contigo...- Bufou preparando se para finalmente dizer. -Eu quero que te cases comigo.
Zac: O que? - Disse de seguida queria que ela repetisse não acreditava no que ouvia.
Vanessa: Zac, queres casar comigo? - Pegou a mão dele e suspirou de olhos fechados.
Zac: Nunca nenhuma mulher me pediu em casamento. - Entrelaçou seus dedos com os dela beijando a mão morena.
Vanessa: Essa não era a resposta que eu pensava ouvir mas...- Ele nem a quis ouvir mais com seu braço a puxou pela cintura até si e a beijou, do nada Vanessa viu seus lábios serem invadidos por os dele era um gosto apaixonado seus lábios se tocavam tão levemente que com cada beijo ela acreditava poder voar, suas mãos não resistiram a puxar o pescoço dele para mais perto estava tão bom que não queria se separar daquele toque e sentimento. -Que beijo. - Quando ele a soltou foi como aterrar novamente na terra e era uma sensação que a deixava meio zonza,mas de modo algum ela se negava a voltar rapidamente para a boca dele.
Zac: Claro que quero casar contigo és o amor da minha vida...- Suas palavras eram bem afirmativas e altas, pegou o rosto dela e beijou todo terminando no nariz encostou a sua testa na dela. -Estas a chorar? - Afastou se um pouco para a poder olhar bem.
Vanessa: Estou mas de felicidade. - Ele sorriu mantendo em seus braços.
(****)
Ashley: Á quanto tempo eles estão lá dentro mesmo? - Sussurrou ficando com sono.
Nina: Nem sei bem, mas que conversa longa. - Bufou estando cheia de sono também mas estava demasiado curiosa para ir já para a cama.
Ashley: Ela já deve ter feito o pedido. - Olhou atentamente a porta do escritório esperando que eles saíssem de uma vez por todas por ela.
Nina: Achas que ele não aceitou?
Zac: Achas que eu seria assim louco? - Fez ambas olharem para o casal que vinha de mãos dadas e já com os anéis de compromisso nos dedos.
Ashley: Finalmente. - Gritou correndo para os abraçar.
Nina: Estávamos a ver que não. - Abraçou-os mais calma já que ela tinha uma barriga maior que de Ashley.
Vanessa: Não nós culpem pela vossa curiosidade. - Apertou o nariz da amiga loira.
Ashley: Estou a sério tão feliz por vocês; trata a bem dela senão dou cabo de ti. - Ameaçou dando uma pequena piscadela para Zac.
Zac: Será uma rainha em meus braços. - Abraçou Vanessa por detrás beijando a sua cabeça.
Nina: Preparem-se para amanhar ouvirem Taylor e Ian reclamar por não saberem de nada.
Zac: Acho que eles ficarão contentes por nós tanto que até se esquecerão dessa parte.
Nina: Agora que já sei da novidade vou para o pé do meu marido que se deve estar a perguntar o que faço ainda em pé. - Deu tchau saindo dali.
Ashley: Fazem um lindo casal um para o outro, me dê mais sobrinhos ok. - Brincou. - Também já vou ter com Taylor descanse. - Desejou saindo.
Vanessa: Vamos festejar o nosso noivado? - Sussurrou no ouvido de Zac logo dando lhe uma leve dentada na mesma.
Zac: Bem...- Tremeu tentando não perder a compostura. - É tudo o que eu mais quero mas antes vou te mostrar algo. - Pegou pela mão levando a escadas a cima.
Vanessa: O que fazemos neste lado do corredor, e porque na porta têm está tabelinha fofa a dizer Channing.?- Zac apenas sorriu abrindo a porta. - Zac.- Pode apenas dizer ao ver aquele quarto com as paredes pitadas de um azul escuro com desenhos de estrelas algo bem artístico na verdade, o berço de madeira clássica igual aos moveis do quarto, um sofá numa das pontas peluches e outros brinquedos bem arrumados.
Zac: Eu sei que ele ainda não percebe bem as coisas mas este é o meu presente de aniversario para ele o seu próprio quarto, o berço e os moveis lindos foi a mãe de Channing que os trouxe como podes ver algumas molduras têm as fotos deles, e têm um álbum onde em algumas delas vocês estão juntos, como de toda a família tanto do teu lado como do lado do pai, mas também á fotografias nossas, Ashley, Taylor, Nina, Ian sabes de todos aqueles que o amam. - Ele tinha o sorriso mais encantador naquele momento.
Vanessa: Não precisavas...
Zac: Está na idade de começar a dormir sozinho, e ele têm direito de conhecer o seu verdadeiro pai, ele sempre estará presente, e eu prometo encarregar-me não claro de o substituir porque isso não se pode fazer mas de estar para ele sempre que o teu filho precisar. - Vanessa o apertou bem forte deixando uma lágrima escapar. - Ainda á algo mais. - A puxou até a outra ponta do corredor. - Não estamos muito longe do quarto do pequeno...- Mordeu o lábio. - Este será o nosso quarto de casal já me aborreci de cada vez que brigamos tu me perguntares "não tens quarto?" - Brincou, todo aquele quarto era perfeito e o armário bem grande. - O que me dizes vamos passar a ficar todas as noite juntos.
Vanessa: O que fiz para te merecer? - Estava sem palavras ao ver aquilo tudo.
Zac: Eu amo te mais do que possa falar em palavras, eu apenas quero ficar ao teu lado e ter a vida de casados e simples, casei de complicar quero estabilidade encontrei contigo, e dês do momento que te vi naquela fotografia é posso dizer foi amor á primeira vista, eu quero te ao meu lado porque fizeste de mim alguém bem mais feliz. - Falou bem rápido não queria chorara diante dela.
Vanessa: Apenas não digas mais nada. - Pegou pelo rosto depositando o beijo suave em seus lábios.
Zac: Agora sim, podemos ter a nossa noite de comemoração do casamento. - A pegou ao colo fazendo dando um pequeno grito a deitou logo de seguida na cama.
Vanessa: Queres já estrear a cama desta maneira? - Sorriu desabotoado as calças dele.
Zac: E haveria maneira melhor. - Literalmente arrancou a sua camisa deitando-se em cima dela.
Vanessa: Não definitivamente não á maneira melhor. - Puxou beijando-o intensamente, tendo a sua primeira noite de amor naquele quarto, quarto que ele decorou perfeitamente para ela nem se lembrar de dizer o não também já nem tinha como apesar das pequenas brigas ela estava cada vez mais apaixonada por ele.
(S2S2S2S2S2S2)
É fofo ou nem por isso? Acho que as vezes me saio piegas demais bem obrigada pelos comentários espero que tenham gostado :)

5 comentários:

  1. Eu amei o capítulo
    Ficou mega fofo.
    Fico feliz que o Zac tenha aceitado o pedido de casamento.
    Posta loguinho
    Bjos

    ResponderEliminar
  2. sem coments para esse capítulo
    tá tão perfeito que tô até sem palavras
    posta mais amore,kisses

    ResponderEliminar
  3. Ameeeeeeeei demasiadamente. Está perfeito. A fic se encaminha para os melhores dias, e isso é ótimo. Todos se dando bem depois de tudo o que passaram, que maravilha. Não demores a postar.
    Xx

    ResponderEliminar
  4. Lindoooo perfeitooo...
    Psta logo please
    kiss

    ResponderEliminar